Nova Sotecma Apoia Orfanato Mamã Muxima

A carência efectiva do orfanato mamã Muxima, à semelhança do que acontece com tantas outras instituições em Angola, é preocupante. Traduz-se numa missão para a Nova Sotecma poder apoiar projectos que contribuam para a melhoria da qualidade de vida das populações mais carenciadas.

Crianças e jovens em risco, portadores de HIV, doentes crónicos e idosos, são os grupos que estão na lista de prioridade para a empresa.

O Natal de 2009 está a ser o impulsionador para o desenvolvimento do projecto de responsabilidade social, que se dedica este ano à instituição Mamã Muxima, um orfanato que alberga mais de 200 crianças e jovens e que sobrevive com muitas dificuldades.

O mote para o arranque da campanha foi dado pelo desenho de uma criança da instituição, seguindo-se a proliferação de postais de natal com essa ilustração, com o principal objectivo de dar voz ao orfanato que desenvolve uma acção tão nobre na sociedade Angolana.

A Responsabilidade Social é uma missão para a Nova Sotecma. Conscientes das fragilidades da nossa sociedade, apoiamos projectos que promovem a qualidade de vida das populações.

Nova Sotecma 2009

Concretamente com o orfanato Mamã Muxima, para além da divulgação das suas carências, a Nova Sotecma assumiu dar apoio directo com produtos que comercializa, material que fabrica na suas instalações e deslocação de técnicos qualificados para um levantamento das condições de instalação eléctrica e sistema de água do orfanato de Luanda. A ajuda monetária não está para já nos objectivos da empresa. Para a Direcção da empresa, a cooperação e partilha de bens, serviços e conhecimento pode com facilidade transformar-se numa ajuda preciosa para o presente mas também constituir pilares de sustentabilidade e de autonomia das instituições carenciadas para o futuro.

O orfanato Mamã Muxima conta com duas casas, uma em Luanda e outra em Malange. Alberga mais de 250 crianças e jovens diariamente, estando organizado no regime de internato (refeições, dormida, apoio completo e educação) e de apoio diário externo (refeições, educação e ocupação de tempos livres).

A casa de Luanda foi a primeira a existir e conta hoje com um complexo que consegue dar aos jovens e crianças acesso à educação (escola e tempos livres) e dormida (em camaratas organizadas por géneros) mas em condições ainda muito precárias. Para a casa de Luanda seria necessário uma viatura de transporte das crianças e respectiva manutenção, Produtos de higiene, Produtos e material de lavandaria, Alimentos, Ajuda monetária e humana.

Em piores condições está a casa de Malange que vive dificuldades imensas, tais como: Acesso a água, depósitos e bomba, Gerador, Carro e sua manutenção, Produtos de higiene, Produtos e material de lavandaria, Alimentos e Ajuda monetária e humana.

Acreditamos nas crianças como um futuro. É a partir delas que podemos todos crescer. Podemos fazer a diferença.

Com quase nada se faz quase tudo.

Mamã muxima 2009

BREVE HISTÓRIA DO ORFANATO MAMÃ MUXIMA

Era dentro de um cubículo de chapa de zinco muito pequeno onde vivia Catarina de Sousa, que acolhia crianças perdidas, para dar papas de farinha em forno de lenha e um tecto! Isto acontecia no bairro da Coreia em Luanda.

Foi em 1992 que com o consentimento do Bispo e das entidades competentes Catarina de Sousa que tinha saído de uma congregação para realizar a sua verdadeira vocação na ruas, se torna novamente Irmã e forma uma nova congregação – Congregação Nossa Senhora da Muxima. À fundadora juntam-se mais quatro jovens com as mesmas convicções e começam assim a acolher cada vez mais famílias e crianças.

Com a ajuda da Cooperação Portuguesa, a comunidade começa a crescer e com muito, muito, muito pouco. De mãos dadas e com uma força que não se sabe bem de onde vem esta grande Senhora que é a Irmã Catarina conseguiu erguer uma instituição que hoje em dia tem a seu cuidado mais de 100 crianças internas, camas, roupas, produtos de higiene e cuidados de saúde, mais de duzentas bocas para alimentar diariamente, a educação escolar de centenas de crianças e jovens de todo o bairro, e ainda oferece apoio a todas as famílias que lhes batem á porta e ninguém fica de fora…

É de facto uma “CASA” muito familiar acolhedora, humilde, arrepiante, com muitas emoções em todos os rostos em todos os cantos, é uma família gigante que vive apenas e só o dia-a-dia. È uma família que tem força para sobreviver a cada dia que passa, e a esta força acrescenta alegria e compaixão pelo pouco que tem, e pela VIDA que consegue ter!

…assim… com quase nada se faz quase tudo…

Tudo isto é feito com a ajuda de voluntárias, independentes que semanalmente acompanham as crianças em actividades lúdicas, e nos trabalhos escolares.

Casa de Luanda

Rua de Sta. Bárbara, nº66

Bairro da Coreia – Ingombotas – Luanda

Telf: (+244) 925 370 019

Casa de Malange

Bairro Maximbe  – Malange

Telf: (+244) 926 035 377

e-mail: mamamuxima@gmail.com

Dados Bancários

Banco BFA

Nome: Irmãs Nossa Senhora da Muxima

Nº da conta USD: 2086934-31-001

IBAN USD: AO 06 0006 0000 0208 6934 3115 1

Nº da conta AKZ: 2086934-30-002

IBAN AKZ: AO 06 0006 0000 0208 6934 3027 8